Arquivo do mês: junho 2013

Família!

Acredito que nossa sociedade, em geral, está passando por um grande momento de crise e confusão na área de relacionamentos humanos. É claro que dificuldades de relacionamento e convivência existem há milhares de anos, porém, hoje, contamos com a globalização sóciocultural e mecanismos de comunicação que agravam e espalham determinados conceitos e valores humanos deturpados com força e rapidez nunca antes alcançados em nossa coletividade planetária.

A TV e a Internet, que atualmente são os maiores meios de comunicação, têm conquistado uma influência cada vez maior na educação – neste caso, na geração de valores – das crianças e adolescentes. Os filmes e programas refletem a baixa sintonia espiritual que a maioria de nós ainda vive. Claro que existem as poucas exceções.

Muitos pais, preocupados com a educação de seus filhos, não sabem o que fazer diante deste universo chamado Internet; outros, ficam perdidos quando surge uma gravidez na adolescência; existem aqueles que vivem em constante ansiedade e preocupação quando seus filhos saem às ruas, ameaçados pela violência de uma sociedade desigual; muitos procuram psicólogos ou apelam para a punição ao menor sinal de que o adolescente é usuário de drogas… enfim, o desafio em educar uma criança, hoje, se torna mesmo desanimador para muitos casais.
O que fazer? Precisamos entender que educar não é apenas instruir. Instruir é a função principal da escola; preparar o aluno para ingressar em um universo competitivo, exigente. Além disso, a escola deve colaborar com a educação, percebendo e trabalhando na criança seus potenciais ocultos, tratando cada uma delas como um ser humano diferente, em vez de tentar criar um grupo homogêneo, aniquilando os talentos individuais.
Porém, educar é o papel principal dos pais; preparar a criança e o adolescente para viver de forma solidária, respeitando seus semelhantes. Mostrar à criança que só é possível viver em harmonia quando todos os seres humanos forem tratados com o mesmo respeito. É mostrar a real importância do “Amai-vos uns aos outros” e, principalmente, desenvolver na criança e no jovem a autoestima e o respeito próprio.

Entendemos que o relacionamento com um filho começa antes do reencarne dele, porém, principalmente a partir do nascimento é muito importante o afeto e o diálogo com o recém-nascido. E este carinho e diálogo deve ser aprofundado na fase infantil, onde o espírito reencarnante está muito mais aberto a uma nova educação de valores. E é justamente no namoro da adolescência onde ele começará a expressar os valores assimilados na infância. Um adolescente que conhece o valor do respeito, saberá refletir isso no namoro e, consequentemente, terá mais maturidade para construir uma família.
É construindo uma família com sólidos alicerces éticos, mais do que morais, que poderemos possibilitar a cura espiritual, não apenas nossa, mas de toda humanidade.

Que possamos aceitar nossas diferenças, a individualidade de cada um, lembrando que, por outro lado, comungamos de valores e anseios comuns a todos. Que possamos viver em paz!

Anúncios
Categorias: Espíritas | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Pepsi criam ilusão com ônibus

Você está andando pelas ruas de Londres, quando, de repente, passa um ônibus de dois andares. Até aí, tudo bem, afinal, este é um dos símbolos da cidade. De repente, você olha com mais atenção e percebe que tem alguém “flutuando” ao lado do ônibus. Mais do que depressa, você saca o seu celular para filmar e compartilhar o que acabou de ver: o mágico Dynamo em uma ação de lançamento de sua parceria com a Pepsi Max, dentro da campanha Live for NOW.
O “passeio” rolou no último domingo, e teve como cenário alguns dos mais belos cartões-postais de Londres, como a praça do Parlamento e a Westminster Bridge.
A ideia de Live for NOW é encorajar as pessoas a viverem o agora, aproveitarem a vida e buscarem formas diferentes de vivenciar as experiências do dia dia. Como agora é verão por lá, vão rolar inúmeras promoções, embalagens especiais – no caso das garrafas de 600ml, os consumidores poderão acessar conteúdo exclusivo utilizando o aplicativo de realidade aumentada Blippar.
O próximo passo de Dynamo bem que poderia ensinar esse truque para os brasileiros que usam o transporte público. Certamente seria bastante útil…

Fonte:http://www.brainstorm9.com.br

Categorias: Publicidade e propaganda/Marketing | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Desafio da pizza a R$ 1,99

Às vezes, a pizza serve como suporte publicitário, como esta ação de uma gráfica. E a DM9DDB criou para a Consul uma ideia interessante envolvendo o alimento ao oferecer uma caixa por apenas R$ 1,99.

Com esta oferta irresistível, chamou atenção de muita gente para pegar a pizza, se não fosse pelo detalhe do refrigerador estar cheio de gelo. E é aqui que entra o conceito da facilidade do frost free da marca.


Fonte:http://blogcitario.blog.br

Categorias: Publicidade e propaganda/Marketing | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Pais sentem chutes de bebês em suas próprias barrigas

Ogilvy & Mather – Argentina criou uma ação fofíssima para a Huggies, que permitiu que os pais sentissem fisicamente em suas barrigas o mesmo que as mães, quando o bebê chuta ainda dentro do útero.

Combinando criatividade, sensibilidade e tecnologia, foi criado uma espécie de cinto capaz de reproduzir em tempo real as sensações causadas pelos movimentos do bebê, oferecendo uma experiência inesquecível aos emocionados participantes.

Fonte: http://www.brainstorm9.com.br

Categorias: Publicidade e propaganda/Marketing | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Pegadinha na parada com Photoshop

A Adobe e o artista Erik Johansson pegaram muitos suecos de surpresa para demonstrar o poder da criatividade aliado ao bom e velho Photoshop com o apoio de um mobiliário urbano interativo em um ponto de ônibus.

Uma van foi colocada em frente ao local e um fotógrafo capturava discretamente imagens das pessoas que esperavam o ônibus. Imediatamente Erik começava a manipular a foto e enviar para o mobiliário, surpreendendo as pessoas. Divirta-se com a reação das pessoas ao se verem dentro da peça.

 
O projeto Photoshop Live pretende ir além da Suécia e colocá-lo em ação em outras partes do mundo. Como será que as pessoas daqui reagiriam à proposta? Você curtiria ser “vítima” da ação?

Fonte:http://blogcitario.blog.br

Categorias: Publicidade e propaganda/Marketing | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Pensamento e Liberdade de Consciência

Por Carmem Paiva de Barros*

Os espíritos disseram a Allan Kardec que “só pelo pensamento o homem pode gozar de uma liberdade sem limites”. JESUS também deixou claro que até mesmo o ato de amar resulta da liberdade de atuação de uma lei que age diretamente no pensamento: a lei de assimilação e da repulsão dos fluidos.

As culturas religiosas até hoje têm demonstrado dificuldade em lidar com essa liberdade do ser humano. Ainda ecoam em nossos ouvidos as palavras arbitrárias de um Deus que manda, vigia, julga, enaltece, escolhe e castiga.

Ligada à fé dogmática e não raciocinada a humanidade aprendeu que para ligar-se ao “todo poderoso” deve obedecê-lo cegamente, conforme prescreve as correntes religiosas judaico-cristãs da Terra.

A livre consciência religiosa, no entanto, é aquela que não se impõe, mas se compreende, porque se conhece. Assim é a Doutrina dos Espíritos, que resgata em seus ensinamentos o respeito à liberdade de ação dos indivíduos, seja em pensamentos ou obras.

Tendo sua codificação baseada no progresso incessante do ser humano dentro das leis eternas e imutáveis, o Espiritismo vem estimular a sociedade terrena a excelência do seu livre arbítrio, que as autoridades religiosas equivocadamente reprimiram, por longo tempo, na tentativa de aproximá-la do Deus que elas criaram e acreditavam.

Por conseguinte, a independência do pensamento religioso prende-se a outro importante conhecimento: o de que somos responsáveis por todos os nossos atos, seja lá de que forma forem praticados. Somente por meio da reflexão e dos acertos que fizer com sua consciência é que conseguirá conquistar a verdadeira sabedoria, na qual não haverá lugar para julgamentos e discriminações sem o crivo do bom senso.

Na questão 837 de O Livro dos Espíritos, Kardec pergunta qual é o resultado dos entraves à liberdade de consciência. E os espíritos responderam: “Constranger os homens a agir de maneira diversa ao seu modo de pensar, o que os tornará hipócritas”.

Quando alguém vier com aquela conversa de “doutrinar” você para que pense e aja como ele, não se aborreça. Ouça-o pacientemente e depois dê um jeitinho de livrar-se dele com educação.

Bem mais proveito você terá estudando as obras kardequianas e seguindo as orientações morais de JESUS.

Categorias: Espíritas | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

O que é lícito pedir ao Espiritismo

Há pessoas que procuram na religião a satisfação utilitarista. Acreditam que a religião deverá lhes dar a vitória, o sucesso, a felicidade para essa vida, e a salvação eterna para a outra. Hoje, algumas seitas religiosas pregam isso abertamente, e convidam os que querem deixar para traz a infelicidade, o fracasso, a se unirem a elas.
 
Algumas pessoas chegam a dizer, que resolveram mudar de religião, para serem felizes. No dia a dia dos centros espíritas temos deparados com essa situação. Muitos o procuram no desejo de obter benefícios imediatos, como: curas, enriquecimento, conquistas amorosas, anular um desafeto, e outras coisas mais.
 
Contudo, a finalidade do Espiritismo não é o de arranjar a vida das pessoas. Os espíritos superiores, embora nos amem e nos auxiliem, não são serviçais à nossa disposição para os pequenos interesses humanos.
 
Quando as pessoas insistem nesses pedidos, e não percebem o extraordinário novo campo de visão que se lhe abre à frente, acabam por perder a proteção dos bons espíritos, e os maus, os ignorantes tomam conta da situação, pois estão sempre prontos a atender a todos os pedidos, mesmo os injustos. Esses espíritos podem satisfazer certos pedidos, porém cobram muito caro a satisfação concedida.
 
Quando Jesus de Nazaré ofereceu a Água Viva do Evangelho para a mulher samaritana, afirmando que quem bebesse da água que ele oferecia nunca mais teria sede, a mulher pediu para que o Rabi Galileu lhe desse da tal água, porque assim ela não precisaria buscá-la diariamente. Ela não compreendeu que o Mestre não a isentava do trabalho, das lutas evolutivas, do aperfeiçoamento, mas alargava os seus horizontes espirituais.
 
O que devemos procurar no Espiritismo? Devemos procurar a elevada compreensão do processo que é a vida. O Espiritismo oferece essa compreensão. Ele é, no dizer de Herculano Pires, a plataforma para as novas conquistas da humanidade.
 
É proibido, então, à mãe que chora a perda de seu filhinho, buscar notícias que a console? É proibido ao homem que vê a esposa doente, em risco de vida, pedir a cura ou a esperança? Aquele que não consegue um emprego e precisa sustentar a família não pode pedir aos espíritos que o ajude a se empregar? O homem de negócios que está atormentado pelos fracassos sucessivos, não pode ir buscar orientação junto a uma casa espírita? Nada disso é proibido, e é natural que o centro espírita preste esse socorro e vários outros, mas é preciso que ensine a libertação, ou seja, o conhecimento espírita. É preciso que compreendam que os espíritos não fazem pelo homem, aquilo que ao homem compete fazer.
 
É comum ao ser humano, o desejo de se ver liberto das dores, angústias e dificuldades. É comum procurarem meios mais ou menos mágicos para resolver seus problemas. No Espiritismo não poderia ser diferente. Quase sempre, aqueles que se decepcionam com a Doutrina Espírita e a abandonam, são os que querem soluções mágicas. Não existem soluções sem esforços, luta, trabalho.
 
Não raro a dor, o problema aparentemente insolúvel, é o chamamento para uma nova postura, um novo caminho, um novo ideal. O fato de sermos espíritas ou médiuns, não nos dá privilégios, e sim responsabilidades. Não feche os olhos para a luz. Não peça o que o Espiritismo não lhe pode dar, e não se decepcionará com ele.
Categorias: Espíritas | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Limite (ou a falta dele) nas campanhas pelo mundo

Limite (ou a falta dele), aliás, é uma palavra que vem bem a calhar nesse exemplo da ONG britânica Think!. Eles tem o histórico de chocar em suas campanhas, mas dessa vez o choque pode ser fatal.
Uma ação para falar dos perigos de beber e dirigir utiliza uma ideia brutal no banheiro de um pub. É uma variação hardcore dessa outra realizada pela MINI. A única pergunta é: E se fosse com você?
Criação da Leo Burnett, que redefiniu o significado de “propaganda impactante”.

Fonte:http://www.brainstorm9.com.br

Categorias: Publicidade e propaganda/Marketing | Tags: , , , | Deixe um comentário

Hospital usa fórmulas de super-heróis na luta contra o câncer infantil

Diversos hospitais mundo afora optam por criar ambientes coloridos e artísticos que contribuam com a recuperação dos pacientes infantis, estimulando a imaginação das crianças no lugar do confinamento em espaços frios e intimidantes.

O Hospital A.C. Camargo, em sua unidade dedicada ao câncer, recorreu ao universo dos super-heróis para mudar a percepção negativa que as crianças tem do tratamento.

Equipamentos e medicamentos ganharam uma nova roupagem, utilizando elementos dos personagens da DC Comics. Os soros de quimioterapia são exibidos para as crianças como super-fórmulas, em corredores chamados de Hall da Justiça, e histórias em quadrinhos que explicam a doença e motivam na luta contra os vilões.

A criação é da JWT Brasil.

AC Camargo Superformula
Video:

Fonte: http://www.brainstorm9.com.br

Categorias: Publicidade e propaganda/Marketing | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Elevador contra tráfico de animais

Elevador_Mater_Natura

A OpusMúltipla criou para a Mater Natura ação impactante dentro do elevador de um edifício em Curitiba para mostrar às pessoas como os animais se sentem quando estão enjaulados. A cabine foi toda plotada com imagens de pessoas observando quem estava no elevador. O objetivo foi incentivar o público a denunciar o tráfico de animais. Logicamente, as reações das pessoas foram gravadas.


Fonte:http://blogcitario.blog.br

Categorias: Publicidade e propaganda/Marketing | Tags: , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.