Autora Daniela Ortiz

Orações!

Novidade no canal Espiritualizando!
A primeira oração é São Francisco de Assis
Locução Daniela Ortiz

Categorias: Autora Daniela Ortiz | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Uma Caixa de Bombom?

Estava eu e meu esposo num hipermercado de Porto Alegre ontem á noite, tarde da noite, passando das 23hs. Eis que um menino, bem vestido, magro e envergonhado nos aborda.

-Tia, paga alguma coisa para eu comer?

Neste instante olhamos para o menino e quase num instinto falamos:

-Hoje não! Estamos com pouca grana.

Assim que o menino afastou-se, senti um incomodo.

Mas e se fosse minha filha? Ao olhar para meu marido , pude entender que o questionamento era o mesmo.

Chamamos o menino, que se encontrava pedindo para um outro comprador do mercado.

-Ei, menino venha até aqui.

O menino continuou por mais um tempo “se justificando” com o rapaz o qual estava pedindo. O menino veio em minha direção e meu esposo ficou para traz. Perguntei ao menino:

-O que você quer comer?

Ele baixinho falou:

-UMA CAIXA DE BOMBOM.

No mesmo instante fomos até o corredor de doces. E expliquei para o menino, que naquele momento o dinheiro que dispunha não daria para uma caixa de bom, mas que ele poderia sim escolher um chocolate, o que prontamente ele aceitou.

Neste momento escuto o rapaz falar para o meu marido:

-Doce não alimenta, doce eu não dou. Se fosse algo com sustância até poderia pensar.

Fomos até o caixa e pagamos nossa compra e chocolate do menino, que saiu saltitante com uma barra de chocolate na sacolinha.

E porque não dar o que o menino pediu? Afinal ele é uma criança! E o que faz uma criança feliz? Quem tem filho ou uma criança que tem afeição e vai num mercado e a criança pede um doce, como faz? Não dá porque não tem sustância?

Deixo aqui uma reflexão que me fez deitar a cabeça no travesseiro e dormir com minha consciência mais tranquila. Porque não dar o que ele necessitava naquele momento.

 

Acredito que este mandamento do Evangelho descreve nossa ação! Pensemos nisso!

Caridade e humildade, esta é a única via de salvação; egoísmo e orgulho, esta é a via da perdição. Esse princípio é formulado em termos precisos nestas palavras: “Amarás a Deus de toda a tua alma, e ao teu próximo como a ti mesmo; estes dois pensamentos contêm toda a lei e os profetas”. E para que não houvesse equívoco na interpretação do amor de Deus e do próximo, temos ainda: “E o segundo, semelhante a este, é: Amarás a teu próximo como a ti mesmo”, significando que não se pode verdadeiramente amar a Deus sem amar ao próximo, nem amar ao próximo sem amar a Deus, porque tudo quanto se faz contra o próximo, é contra Deus que se faz. Não se podendo amar a Deus sem praticar a caridade para com o próximo, todos os deveres do homem se encontram resumidos nesta máxima: Fora da caridade não há salvação.

 Autora: Daniela Ortiz

Categorias: Autora Daniela Ortiz | Deixe um comentário

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.