Posts Marcados Com: liberdade

Novo vídeo no canal Espiritualizando!

Anúncios
Categorias: Espíritas | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

O que ocorre no momento da morte

Um amigo pergunta-nos por que o desprendimento da alma é facilitado no estado de sono e não o é no momento da morte?
A emancipação da alma por ocasião do sono corporal é um fato corriqueiro, mas não passa de um desprendimento parcial, visto que a alma continua ligada ao corpo físico. O que ocorre então é apenas uma expansão do laço perispiritual que une a alma ao corpo, permitindo a ela deslocar-se a lugares distantes do local em que o corpo material repousa.
No caso da morte corpórea, mesmo antes do desligamento completo da alma – fato que o Espiritismo chama de desencarnação – pode ocorrer a emancipação parcial semelhante à do sono, o que explica os fatos de comunicação espírita por ocasião da morte, estudados por vários pesquisadores, como Ernesto Bozzano.
O desprendimento completo da alma, ou a desencarnação, é que requer algum tempo, visto que no processo reencarnatório o perispírito se liga ao corpo molécula a molécula, o que implica dizer que é preciso tempo para que essa ligação molecular se desfaça.
Conforme a questão 155 d´O Livro dos Espíritos, como regra geral, a separação da alma não se dá instantaneamente. Ela se liberta gradualmente e não como um pássaro cativo que, de repente, ganhasse a liberdade.
Tudo, a princípio, é confuso no momento da morte. O Espírito desencarnante precisa de algum tempo para entrar no conhecimento de si mesmo. Ele se acha como que aturdido, no estado de uma pessoa que despertou de profundo sono e procura orientar-se sobre sua situação. A lucidez das ideias e a memória do passado lhe voltam aos poucos, à medida que se apaga a influência da matéria que ele acaba de abandonar e se dissipa a espécie de névoa que lhe obscurece os pensamentos.
O processo de desprendimento espiritual é lento ou demorado, conforme o temperamento, o caráter moral e as aquisições espirituais de cada ser. Não existem duas desencarnações iguais. Cada pessoa desperta ou se demora na perturbação, conforme as características próprias de sua personalidade.
A perturbação pode, pois, ser considerada o estado normal no instante da morte, e perdurar por tempo indeterminado, variando de algumas horas a alguns anos, de conformidade com o estado evolutivo do Espírito.
Breve no caso das almas elevadas, pode ser longa e penosa no caso das almas culpadas. Para aqueles que já na existência corpórea se identificaram com o estado que os aguardava, menos longa ela é, porque compreendem imediatamente a posição em que se encontram.
 
 
Categorias: Espíritas | Tags: , , , | Deixe um comentário

LAMENTAÇÕES PARA QUE?


Quando sentires que a dor sufoca teu intimo, a tal ponto de perceberes que perdeu o direcionamento de tuas ações e de tua vida.

Olha ao teu redor e observa com mais clareza, observas com o coração e verás que,

O presidiário que se encontra encarcerado sofre muito por não ter sua preciosa liberdade,

As crianças de ruas sofrem pela orfandade, por não ter teto e muitas vezes o próprio alimento,

O idoso sofre a ausência da família que o renegou ao asilo,

O enfermo acometido de doença terminal queria poder viver mais e aproveitar a vida com mais vigor,

São tantas pessoas com dores em diversos estágios dos seus processos evolutivos, mas que conseguem de alguma forma mesmo em situações semelhantes a essas ou piores; solidificar a fé e buscar a esperança para uma vida melhor.

Não te queixes tanto, não te lamentes a toa, não blasfemes contra Jesus.

Reflete sobre tuas aflições e pergunta a si próprio se não esta sendo ingrato para com a vida que tens,

Se teu orgulho, tua vaidade e egoísmos não te impedem de ver o mundo sobre um novo prisma ou de aceitar uma nova realidade não compatível com a que você deseja usufruir e não pode ter,

A vida nos ensina de diversas maneiras e muitas vezes bem dolorosas, a procurar o Cristo Consolador para sanar nossos ferimentos físicos e espirituais, e de preferência com bastante rapidez. Todavia, o medicamento espiritual varia de pessoa para pessoa de acordo com seu merecimento e evolução, e enquanto o seu não começa a fazer o efeito necessário, trate de usar os paliativos que são: oração, perdão, caridade e amor.

Lembre-se que o Cristo está sempre contigo e nunca vai te desampará,

te iluminará sempre mesmo quando tu persistires em caminhar pelas trevas;

nunca te deixará só e mesmo que você tenha perdido as esperanças nele; ele nunca vai perder as esperanças em você.

Moura Fé

 
Categorias: Espíritas | Tags: , , , | Deixe um comentário

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.